Pesadelo Real

by DESASTRE

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

      $1 USD  or more

     

1.
2.
3.
4.
02:15
5.
6.
7.
03:59
8.
9.

about

Gravado no A.R.E.A. 13, São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil em agosto de 2003. Produzido por DESASTRE e Gustavo Vazquez. Lançado em CD no Brasil pelos selos TBONTB e One Voice. Lançado em LP na França pelo selo Undislessed Recs.

credits

released December 1, 2003

tags

license

all rights reserved

about

DESASTRE Goiânia, Brazil

Brazilian metalpunk band. This is the official Bandcamp page.

contact / help

Contact DESASTRE

Streaming and
Download help

Redeem code

Track Name: Páginas de Sangue
Mais um dia se passa
Mais uma página da história
História de fome e guerras
História que devora a terra

Violência-genocídio, tecnologia-
Destruição
Páginas de um livro escritas à sangue

Vida transformada em medo
Um mundo inteiro violentado
Sentimentos perdidos no tempo
Humanidade-um câncer na terra

Ganância-hipocrisia, mentiras-
Religiões
Páginas de um livro escrita à sangue
Track Name: Silêncio Profundo
um grito sufocado perdido
na escuridão de sua mente
sua ancia por liberdade
limitada à vontade de seu Deus

Aaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!
você não pode gritar

e eles te condenam
o medo que te controla
esconde de você a realidade

você não existe
o seu silêncio é profundo
Track Name: Funeral na Nova Ordem
Na corrida pelo poder
a subordinação do estado
novas formas de controle
o capitalismo comprando nossas vidas

competição e escravidão
essa é a nva ordem

as cidades vivem em aflição
desemprego e violência
o terceiro mundo cheira à sangue

assassinatos e chacinas
a ganância drenando a vida

no comando do funeral
fmi e coorporações
aqui os miseráveis cavam suas covas
para o massacre final

insanidade, insanidade, insanidade!!!
Track Name: 2003
sangue correndo no chão
pessoas clamando a paz
rastros de destruição eu vejo
por todos os lugares

mais uma guerra mais mortes
mais sofrimento em vão
experimentos de armas
novas formas de aniquilação

políticos corruptos, imperialistas
transformam nossas vidas
em uma constante batalha
deixamos de viver para lutar
para tentar sobreviver

sua vida se degrada
e acaba enquanto você
hipnotizado assiste tudo pela tv
Track Name: Pesadelo Real - Parte I
Desespero e escuridão
é tudo que habita em seu coração
Suas lágrimas secaram e da fonte da vida
tudo o que resta é somente a dor

caminhando sempre dentro de um abismo
habitado pelo medo e pela agonia
pesadelos constantes não te deixam sonhar
te perseguem dormindo, acordada o tempo todo

você tenta fugir, mas te cercam as saídas
vedam seus olhos e te obrigam a ouvir
mas você luta com garra, destruindo barreiras
e mostra pra todos que quer liberdade
Track Name: Estúpidos Demais
Pessoas apáticas de mentes vazias
imaginam viver em um mundo encantado

estúpidos demais
para entender

Vivem como máquinas vagando no mundo
alimentando as chamas de seu próprio inferno

estúpidos demais
para entender a realidade
Track Name: Devoradores
Como um selvagem você sonha em matar
sede de sangue, fonte de sua existência
na penumbra da noite você corre
tropeçando em túmulos não consegue fugir

gargalhadas te perseguem na penumbra da noite
tropeçando em túmulos não consegue fugir

você vive solitário caminhando para o nada
buscando sentido onde não existe

utopia fantástica de um sonho encantado
Track Name: Pesadelo Real - Parte II
sofrimento e violência
nas faces da terra em minhas faces

horrores da vida
pesadelo real

eu corro para longe e tento me esconder
mas é inútil estou ferido estou em uma prisão

horrores da vida
pesadelo real
Track Name: Inimigo Meu (Bonus Track)
Eu vivo com medo
caminhando entre milhares de inimigos
que acreditam em seu futuro
e sabem que precisam me vencer

estou cercado e sozinho

não quero lutar com eles
mas não tenho outra saída
por todos os meus caminhos eles construíram
obstáculos e armadilhas

armadilhas

estou nesse jogo de morte
mesmo sem querer
não aceito suas regras mas eles
me atacam com violência

violência

eles querem o meu sangue
todo o meu sangue, porque

somente gotas de sangue
não matam sua sede, não!